Edição 352Maio 2024
Quinta, 13 De Junho De 2024
Editorias

Publicado em 25/08/2022 - 7:02 am em | 0 comentários

Divulgação

Programação comemora 68º aniversário do Parque Ibirapuera, na capital paulista

Atividades em diferentes pontos do Parque

Programação comemora 68º aniversário do Parque Ibirapuera, na capital paulista

Para comemorar o 68º aniversário do Parque Ibirapuera, a Urbia, gestora do local, preparou uma programação especial com diferentes opções de cultura e lazer. Hoje, o Auditório Ibirapuera recebe sessões do concerto “Candlelight: O melhor de Frank Sinatra à luz de velas”, em dois horários, às 18h30 e às 21 horas. O espetáculo tem duração de uma hora, com abertura de portas com 30 minutos de antecedência. Os ingressos podem ser adquiridos via site da Fever e custam a partir de R$ 73, por pessoa.

No sábado, o Parque Ibirapuera recebe o evento Praiou com Matheus & Kauan, a partir das 12 horas. Além da dupla, o line-up conta com shows do grupo Di Propósito, DJ GBR e Locos DJ. Os ingressos estão disponíveis a partir de R$ 160, por pessoa, no site da Ingresse. É proibida a entrada de menores de 18 anos.

O Regional de Choro da Escola de Música do Parque Ibirapuera vai realizar duas apresentações no fim de semana. Os shows fazem parte do Projeto Música no Parque,realizado pela Urbia. A primeira ocorre no sábado, na Arena da Marquise, em dois horários: às 11h30 e às 12h30, com a participação do Grupo de Trombones, da Escola de Música do Parque Ibirapuera, que trazem um repertório que vai do clássico ao popular, passando por grandes compositores, desde Michael Stroeher a Gilberto Gagliardi, embelezando o som clássico dos trombones e mostrando, com ritmos e linguagens brasileiras, porque esse instrumento é tão presente na música mundial e em nossa MPB.

A segunda apresentação acontece no domingo, às 16 horas, também na Arena da Marquise, com o grupo Acerta o Passo. O show será uma homenagem a Pixinguinha, músico da maior importância no cenário brasileiro, que definiu a forma musical do choro e expandiu o horizonte sonoro conhecido até o começo do século XX.

Agosto é o mês dedicado à conscientização pelo fim da violência contra a mulher. Como forma de apoio à campanha #ParaCadaUma, o Planetário Ibirapuera está sendo iluminado, a partir das 18 horas, com o tom lilás até 31 de agosto. A ação #ParaCadaUma faz parte da nova etapa no Brasil da iniciativa global Verificado, da Organização das Nações Unidas (ONU), que tem a finalidade de nomear e exemplificar todos os tipos de violência contra as mulheres.

Para os amantes da Copa, os jogos poderão ser conferidos na Arena Brasileira, megaestrutura que será instalada na área externa do Auditório Ibirapuera. Além de acompanhar a transmissão dos jogos, o público poderá apreciar um after ao som de mais de 20 nomes da música nacional, entre eles: Alok, Anitta, Dennis DJ, Wesley Safadão, Luiza Sonza, Turma do Pagode, Jão, Jorge & Mateus, Racionais, Seu Jorge, Matuê, Marisa Monte, Marcelo D2 e Banda Eva. Os ingressos podem ser adquiridos pela Ingresse.

O Planetário Ibirapuera segue com o espetáculo “Show de Luna”. A atração apresenta diversas histórias de Luna, uma garota apaixonada por ciências, que usa a imaginação para descobrir respostas do universo juntamente com seu irmãozinho Júpiter e seu furão de estimação Cláudio. A sessão dura aproximadamente 40 minutos e é destinada ao público infantil de dois a seis anos de idade. As sessões ocorrerão no sábado e domingo, às 13 horas. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada), com compra pelo site.

A sessão infantil “Projeto Científico” acontece domingo, às 11 horas. Com duração de 35 minutos, o espetáculo mostra a história de Neco e Silo, dois personagens pré-adolescentes habitantes do planeta Arconine, que acabam de ganhar um prêmio escolar por um projeto científico sobre o Sistema Solar. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada), com agendamento pelo mesmo site.

O Planetário Ibirapuera realizará uma sessão “Planetas do Universo”, que faz uma reflexão sobre as descobertas que mexem com a humanidade e que trazem à tona questões profundas dos seres humanos: será que estamos sozinhos no universo? A sessão ocorrerá na amanhã, às 19 horas. Com duração de até 50 minutos, os ingressos são gratuitos mediante agendamento pelo site.

O Planetário também exibe a exposição “Da Terra Ao Universo”, que proporciona uma viagem deslumbrante através do espaço e do tempo ao universo revelado pela ciência. Em projeção fulldome, cada sessão tem aproximadamente 35 minutos e é recomendada para público acima de 5 anos. As sessões ocorrerão amanhã, às 13, 15 e 17 horas; sábado, às 15 e 17 horas; e domingo, às 15 e 17 horas. Os ingressos custam entre R$ 15,00 e R$ 30,00 e podem ser adquiridos pelo site.

O espetáculo “Olhar o Céu de São Paulo Outra Vez” também poderá ser conferido no Planetário e destaca o céu de São Paulo, que há muito não se vê por causa da poluição luminosa e crescimento desenfreado da cidade. A sessão será no sábado às 19 horas. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada), e devem ser adquiridos pelo site.

O Museu de Arte Moderna (MAM) está aberto de terça-feira a domingo, das 10 às 18 horas (entrada até 17h30). Aos domingos, a entrada é gratuita, mas o visitante pode escolher se prefere entrar gratuitamente ou se deseja colaborar com algum valor. Os ingressos podem ser adquiridos por agendamento via site do MAM.

Hoje, às 14 horas, o MAM Educativo apresenta “Ativações na obra Meio Monumento: Como desmonumentalizar memórias traumáticas?”. Meio Monumento é um dispositivo para ativar o debate sobre os monumentos e os desafios da descolonização dos espaços públicos em São Paulo e nas cidades brasileiras e, neste encontro, recebe o advogado e colunista da Folha, Thiago Amparo, e a historiadora Deborah Neves, pesquisadora dos legados da ditadura no contexto urbano. A inscrição é gratuita e as inscrições devem ser realizadas com 30 minutos de antecedência na recepção do MAM.

Já no sábado, às 15 horas, o projeto Família MAM apresenta a ação “Produção de materiais artísticos naturais: pincéis e riscadores”, com Denise Valarini. A atividade é destinada para crianças a partir de dois anos. Nesta oficina, a partir de elementos encontrados na natureza como galhos, folhas, e outros materiais, além de resíduos coletados em parceria com pequenos produtores, pelo projeto Poética do Habitar, serão produzidos, pincéis, riscadores de carvão para o desenho e pintura. Ao final da atividade, esses materiais serão experimentados coletivamente por meio da prática de pintura. A inscrição é gratuita e as inscrições devem ser realizadas com 30 minutos de antecedência na recepção do MAM.

No domingo, às 15 hoas, acontece o “Oficina Inventário dos gestos”, com a artista Erica Ferrari. Voltada para mulheres, será proposta uma discussão acerca de alguns monumentos presentes no espaço público da cidade e da prática de trabalho tridimensional, com a produção a partir de moldes de braços e mãos femininas relacionados com os gestos inventariados, confeccionando formas escultóricas baseadas nos próprios corpos das participantes. A ideia é pensar a relação dos locais de memória com a prática escultórica. A inscrição é gratuita e as inscrições devem ser realizadas com 30 minutos de antecedência na recepção do MAM.

Já o Museu Afro Brasil (MAB) oferece até amanhã, das 10h30 às 12 horas, “Visitas Virtuais em Libras – Mitologia Iorubá”. A iniciativa propõe a apresentação de alguns itens e representações visuais de orixás presentes no acervo do Museu Afro Brasil e é conduzida com a Língua Brasileira de Sinais. As inscrições podem ser realizadas na página do Museu Afro Brasil.

O Museu Afro Brasil conta com mais de seis mil obras, como pinturas, esculturas, gravuras, fotografias, documentos e muito mais. Com diversos núcleos, o acervo tem a intenção de desconstruir um imaginário da população negra como inferior e, ao invés disso, reafirmar no prestígio, na igualdade e no pertencimento. As inscrições devem ser realizadas pelo mesmo site.

Localizado às margens do lago do Ibirapuera, próximo ao Planetário e ao Museu Afro Brasil, o Pavilhão Japonês é o local ideal para quem deseja aprender mais sobre a cultura japonesa. O edifício, construído por meio de uma parceria entre o governo japonês e a comunidade nipo-brasileira, conta com um salão nobre e diversas salas anexas, um jardim repleto de plantas e árvores ornamentais, além de um lindo lago de carpas. Em seu Salão de Exposição é possível conferir peças doadas pelo governo japonês que retratam as belezas do Japão.

O Pavilhão também conta com um restaurante estilo take away, o Na Na Ya, que serve opções variadas de pratos doces e salgados da culinária japonesa. O horário de funcionamento do Pavilhão é de quinta-feira a domingo, e aos feriados, das 10 às 17 horas. Vale ressaltar que a entrada é gratuita às quintas-feiras. O valor do ingresso para adultos custa R$ 15. Estudante com carteirinha, idosos a partir de 60 anos e crianças de 5 a 12 anos pagam meia-entrada R$ 7. Já crianças abaixo de 4 anos não pagam.

O Parque Ibirapuera oferece a locação de bicicleta infantil e adulto, triciclo infantil, adulto e handbikes (bicicletas acessíveis às pessoas com deficiência) pelo valor de R$ 10 a primeira hora. Já a bike família está disponível pelo valor de R$ 30 a primeira hora. Para incluir cadeirinhas frontais e ou traseiras para crianças e pets nos modais é cobrado um adicional de R$ 5 no custo da hora. Vale ressaltar que a locação desses modais pode ser feita nos portões 4, 6, 9 e 10, das 8 às 19 horas, com a devolução até às 20 horas.

O IbiraTour, circuito guiado realizado com apoio de carrinhos elétricos, funciona de segunda a sexta-feira, das 10 às 18 horas. Com duração de 45 minutos, os carrinhos têm capacidade para transportar até quatro pessoas por vez em um circuito sem pausas ou descidas no trajeto. No passeio, que está com preço promocional de R$ 25, os visitantes conhecem mais sobre a história e curiosidades do Ibirapuera. O ponto de embarque e desembarque fica no Portão 4.

Para obter informações sobre a programação cultural do Ibirapuera, bem como as atividades esportivas e de lazer, basta comparecer ao Centro de Visitantes do Parque Ibirapuera. Com horário de funcionamento das 8 às 18 horas, o espaço fica localizado no térreo da Escola Municipal de Astrofísica, no salão de exposições temporárias, e conta com uma maquete com os principais pontos de interesse, painéis informativos e monitores prestando informações.

Vendedores autônomos de bebidas, água de coco, alimentos e brinquedos: atendimento das 5 às 23 horas.

Lanchonetes: Sabor Ibira e Madureira estão abertos diariamente, das 7 às 20 horas. O Sabor Ibira, agora, oferece cervejas em seu menu, mas não é permitida a saída com garrafas de bebidas alcoólicas do espaço.

Quiosques: Nutty Bavarian, de segunda a sábado, das 7h30 às 20 horas, e aos domingos, das 8h30 às 18h30; Sorvetes Rochinha, diariamente, das 10 às 19 horas; Oakberry, segunda-feira a sexta-feira, das 7h30 às 22 horas, e sábado a domingo, das 8h30 às 19h20; Bacio di Latte, diariamente, das 9 às 20 horas; Churros no Parque, de sexta-feira a domingo, das 10 às 19 horas.

Pipoca no Parque: no portão 4 e na ponte funciona diariamente, das 10 às 19 horas, já no Planetário Ibirapuera funciona de sexta-feira a domingo, das 10 às 19 horas, e no parquinho funciona de terça-feira a domingo, das 10 às 19 horas.

Restaurantes: Prêt MAM (Restaurante) funciona de terça a sexta-feira, das 12 às 16 horas, e aos sábados, domingo e feriados, das 12h30 às 17 horas. Já o Restaurante Selvagem funciona de terça a quinta-feira das 19 às 23 horas; sexta-feira, das 12 às 16 horas (almoço) e 19 às 23 horas (jantar); aos sábados, das 12 às 16 horas (almoço) e 19 às 23 horas (jantar); e aos domingos, das 12 às 17 horas.

Cafés: Pão Bienal, funciona diariamente, das 8 às 19 horas, e Prêt MAM (Café) atende todos os dias, das 10 às 16 horas.

Área Gastronômica iFood: sábados e domingos, das 9 às 18 horas.

Quadras Poliesportivas: funcionam todos os dias, das 5 às 23 horas. O Parque conta com quadras para diferentes modalidades, entre elas: futebol society, duas voltadas ao basquete e duas quadras livres para prática de esportes de areia – futevôlei, beach tênis e vôlei.

Todos os equipamentos são gratuitos e abertos ao público em geral. As quadras funcionam de acordo com o horário de abertura e fechamento do parque e não é necessário reservar. A utilização é feita por ordem de chegada.

Estacionamento: Portão 7 funciona diariamente, das 6 às 20 horas, com saída de veículos até às 23 horas. Já o Portão 3 opera das 5 às 23 horas.

Posto de Atendimento em Primeiros Socorros: atendimento diário, das 6 às 23 horas. Localizado próximo ao Portão 5.

Banheiros: 1,2 e 3 abrem das 6 às 18 horas. Já os banheiros 5, 6, 7 e 8 abrem das 5 às 23 horas.

Para mais informações acesse as redes sociais do Parque Ibirapuera. Instagram: @ibirapueraoficial. Facebook: Parque Ibirapuera.

Responder