Edição 352Maio 2024
Sexta, 14 De Junho De 2024
Editorias

Publicado em 12/07/2022 - 7:07 am em | 0 comentários

Divulgação

Praia Grande inaugura unidade do Bom Prato em Cidade Ocian

Atendimento será de segunda a sexta-feira

Praia Grande inaugura unidade do Bom Prato em Cidade Ocian

Os secretários de governo, Marcos Penido, e de desenvolvimento social, Laura Machado, inauguraram ontem a primeira unidade do Bom Prato em Praia Grande, na Rua Dr. Vicente de Carvalho, 876, Cidade Ocian. Com atendimento de segunda a sexta-feira, o restaurante pretende servir 1,5 mil refeições por dia, sendo 300 cafés da manhã e 1,2 mil almoços, ao custo de R$ 1 o almoço e R$ 0,50 o café da manhã.

“O governo de São Paulo vem ampliando essas ações fundamentais dentro do combate às desigualdades”, disse Penido: “A meta é transformar São Paulo em um estado mais igual. Essa unidade vem atender uma demanda muito latente daqui de Praia Grande e São Paulo”.

O almoço de inauguração contou com a presença da prefeita de Praia Grande, Raquel Chini. O cardápio do almoço de inauguração foi copa lombo ao molho de limão siciliano, batata suíça, salada colorida, arroz e feijão. De sobremesa, foi servido um manjar de coco.

Esta é a 65ª unidade do Programa Bom Prato e a 10ª da gestão. As outras nove foram: Presidente Prudente, São Bernardo do Campo I e II, Cubatão, Cidade Dutra, Itapevi, Francisco Morato, Embu das Artes e Cotia. O gerenciamento do restaurante está a cargo da Organização da Sociedade Civil (OSC) Associação de Promoção e Assistência Social Estrela do Mar (Apasem), que venceu o processo de chamamento público realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Social.

O governo do estado investiu R$ 1 milhão para aquisição dos equipamentos e a edificação do imóvel ficou a cargo da prefeitura. O investimento contratual mínimo foi da ordem de R$ 1,5 milhão.

Até o final do ano, oito novas unidades fixas devem ser entregues à população: Jacareí, Sumaré, Ribeirão Preto, Diadema, Santo André, Mogi das Cruzes (Jundiapeba) e nos bairros de M’Boi Mirim e Parelheiros, na capital paulista.

Na primeira quinzena de agosto, 12 novas unidades móveis passam a circular no estado, sendo duas no litoral: Guarujá e Cubatão; cinco no interior: Araraquara, Barretos, Botucatu, Rio Claro, São Carlos; uma em Mogi das Cruzes, região metropolitana e, quatro na capital, nos bairros de Heliópolis, Cidade Ademar, Itaim Paulista e São Miguel.

Desde maio de 2020, a pasta social do estado tem oferecido, de forma inédita, gratuidade nas refeições do Bom Prato para as pessoas em situação de rua. Adotada durante a fase mais aguda da pandemia da Covid-19, a política pública, que inicialmente iria até 31 de julho, foi prorrogada até 31 de dezembro. Até o momento, o estado já financiou e forneceu mais de 2 milhões de refeições gratuitas.

A gratuidade das refeições é estabelecida a partir de convênio com as Prefeituras, sendo de responsabilidade municipal a identificação e localização dos beneficiários, além da entrega dos cartões às pessoas que estão em situação de vulnerabilidade social.

Todas as refeições das 65 unidades fixas e das 17 unidades móveis do Programa Bom Prato são montadas por nutricionistas que avaliam a composição balanceada de nutrientes das refeições a partir de proteína, carne, vegetais e frutas.

As refeições do almoço e jantar contam com uma quantidade de 100g de proteína, 40g de salada, 250g de carboidrato e 150g de feijão. Para as opções de sobremesas há 90g de frutas e 20g de doce.

Responder