Edição 353Junho 2024
Sábado, 20 De Julho De 2024
Editorias

Publicado em 26/06/2024 - 6:57 am em | 0 comentários

Divulgação

Campanha visa beneficiar 60 mil pessoas em situação de vulnerabilidade

Iniciativa da Cruz Vermelha São Paulo

Campanha visa beneficiar 60 mil pessoas em situação de vulnerabilidade

Iniciada em junho, a 16ª edição da Campanha do Agasalho da Cruz Vermelha São Paulo (CVSP) tem foco nas pessoas em estado de vulnerabilidade, em especial as pessoas em situação de rua. Prioritariamente, a CVSP recebe roupas e cobertores em bom estado, além de calçados, meias e luvas.

Segundo pesquisa da Agência Brasil, o número de pessoas em situação de rua aumentou 17 vezes em 10 anos, saindo de 3.842 casos em 2013 para 64.818 pessoas em 2023. “Este dado nos faz refletir que no pós-pandemia tivemos uma piora neste cenário, ano a ano os números só aumentam”, avalia Bruno Semino, diretor executivo da CVSP.

Para efetivar o processo de higienização das roupas doadas, a CVSP conta com a parceria da empresa Xylem Watermark, que ampliou a lavanderia da Cruz Vermelha com uma secadora de roupas industrial. “Esse processo traz mais dignidade e poder de escolha para as pessoas assistidas e, por isso, essa parceria foi considerada fundamental pela Instituição”, detalha Semino, que espera aumentar a capacidade da lavanderia para atender a previsão de arrecadação de agasalhos neste ano.

Nesta 16ª edição da campanha a expectativa é arrecadar mais de 80 toneladas de agasalhos, cobertores e itens de higiene pessoal e limpeza, de modo a beneficiar cerca de 60 mil pessoas que enfrentam a estação mais fria do ano.

O mote deste ano é “Doe agasalhos, o inverno é mais urgente para quem não tem o que vestir”. A 16ª edição da Campanha do Agasalho conta com patrocínio da Klabin e parceria de outras grandes empresas, shopping centers, administradoras de condomínios, empresas de mídia OOH, entre outras.

Doadores que desejarem fazer sua contribuição de forma financeira pode encontrar os meios seguros no site www.aquecesp.org.br  Também é possível levar doações aos postos de coleta (listados no site) e na sede da CVSP, na Avenida Moreira Guimarães, 699, Indianópolis, na capital paulista. Todos os itens arrecadados serão distribuídos entre as 99 ongs cadastradas junto à CVSP e em ações de atendimento à população de rua.

O gerente de Projetos Sociais da CVSP, Jorge Andreatta, reconhece que a meta é grandiosa, mas acredita que a generosidade falará mais alto, principalmente com a queda das temperaturas na capital paulista durante o inverno: “Contamos com a solidariedade das pessoas para dar alívio para todos os que enfrentam o frio nas ruas ou que estejam em situação de vulnerabilidade social. Esse ano temos uma meta elevada de arrecadação. Entendemos que a demanda também é alta”.

São 2.000 pontos de coleta espalhados por todo o estado, por meio de parceria com as farmácias Raia/Drogasil, mercados da rede ShellSelect e OXXO, administradoras de condomínios, shopping centers e empresas diversas.

Responder