Edição 319Agosto 2021
Terça, 21 De Setembro De 2021
Editorias

Publicado na Edição 315 Abril 2021

Divulgação

Estranho mercado brasileiro

Pessoas ávidas por veículos 7 lugares, dispostas a pagar de R$ 130 mil a R$ 815 mil por um novo modelo

Estranho mercado brasileiro

Nelson Tucci

Pelo menos seis lançamentos de SUVs ocorrerão ainda este ano no Brasil. Os chamados 7 lugares estão em alta e as montadoras vão surfar esta onda, por mais que o mercado esteja estranho, aos solavancos, e o país ainda mais volátil no todo.

Os mais “experientes” hão de lembrar: dizia-se, no século passado, que vivíamos na “Belíndia”, um misto de Bélgica (com classes empoderadas, estabilizadas e de alto consumo per capita) e Índia (maioria de população pobre e muito pobre). Com o tempo – e aqui incluímos o status dos BRICs – isso sumiu. As coisas mudaram. Algumas “coisas”, não necessariamente o Brasil. Na pirâmide social, as castas são cada vez mais aparentes embora se negue sua existência; a exemplo do racismo. Enfim, esta é outra conversa.

De um lado, há empresas quebrando, desemprego (extremamente alto) e fome (como poucas se viu), enquanto de outro, convivemos com espectro social distinto, formado por pessoas ávidas por novos veículos, 7 lugares, dispostas a pagar de R$ 130 mil a R$ 815 mil por um novo modelo. Como sempre, há “mercado para tudo”; portanto, sigamos.

Em mais uma das tendências que se estabelece, o mercado de SUVs que já é sucesso por aqui também, aposta nos veículos 7 lugares. Espaçosos, acomodando bem as novas famílias (com seus respectivos agregados), amigos e até mesmo para uso corporativo, esses veículos prometem fazer bonito. VW Tiguan Allspace, Jeep Commander, Hyundai Alcazar, Mitsubishi Outlander, Kia Sorento e Renault Bigster em breve estarão rodando pelas ruas e estradas brasileiras (maioria no segundo semestre), misturando-se aos modelos Fiat Doblò, JAC T80, Spin, Chevrolet Trailblazer, Toyota SW4, Audi Q7 e BMW X7.

É uma gama grande e variada. Em julho de 2019 (ainda longe da pandemia), Veículos & Negócios avaliou o JAC T80 (www.jornalperspectiva.com.br/veiculos-e-negocios/o-mais-sofisticado-da-jac/) e no mês de setembro, do mesmo ano, a Nova Spin (www.jornalperspectiva.com.br/veiculos-e-negocios/mais-esportiva/). São carros bem espaçosos, de boa motorização e com dirigibilidade agradável. Para quem precisa de porta-malas grande deve esquecer a “terceira fileira” de bancos, mas, como esses são rebatíveis, dá para se fazer boas composições de espaço. Só é preciso ter disposição – e recursos!

Leia Veículos & Negócios atualizada semanalmente em www.veiculosenegocios.blogspot.com.br

Responder