Edição 308Setembro 2020
Segunda, 19 De Outubro De 2020
Editorias

Publicado em 28/02/2020 - 2:12 pm em | 0 comentários

Reprodução

Valongo Festival Internacional da Imagem incorpora novo formato

Inscrições das chamadas para projetos vão até 14 de março

Valongo Festival Internacional da Imagem incorpora novo formato

O Valongo Festival Internacional da Imagem, no Centro Histórico de Santos, terá sua quinta edição em novo formato, aprofundando-se na produção de conhecimento, na experimentação e no fomento a manifestações culturais e artísticas. Diferente das edições anteriores, que duravam três dias, a programação será realizada ao longo de um mês, de 1º a 31 de julho.

Durante esse período o projeto expositivo do Valongo 2020 ficará aberto à visitação e simultaneamente também acontecerá, em dias de ativações, uma programação composta por mesas, seminários, oficinas, performances, entre outros. Todas as atividades são gratuitas, sem restrições ao público e sem inscrição prévia. A programação será divulgada em breve.

O Valongo Festival começa com o lançamento de três chamadas: as duas primeiras selecionarão artistas e curadores, com trajetórias recentes, para compor o 3º Programa de Residências Artísticas do Festival; e a terceira selecionará projetos da Baixada Santista para integrar a programação do evento. As inscrições estão abertas até o dia 14 de março no site www.valongo.com

Uma das propostas do Valongo Festival é incentivar a produção cultural na Baixada Santista, celebrando assim suas singularidades artísticas e fomentando ações locais. Por isso, uma das chamadas é destinada a selecionar propostas desenvolvidas na região para fazerem parte da programação.

Neste ano, o Programa de Residências Artísticas irá selecionar, além de artistas, curadores com trajetórias recentes.

Desde 2018, o Valongo apresenta seu programa de residências artísticas: um espaço focado em experimentação e habitação do território que, por meio de um projeto de formação, dedica-se a materialização de manifestações e experimentos artísticos derivados do entorno.

As atividades do programa tomam como ponto de partida a realidade do bairro, sua constituição social-econômica, aspectos históricos e especificidades da arquitetura, de modo que é das condições particulares a essa região que resultam os trabalhos e as ações realizadas no projeto.

As ações propostas ao longo dessa imersão incluem o acompanhamento do processo de criação com mentores e a realização de atividades em parceria com instituições locais. Todo o time de mentores do acompanhamento são renomados profissionais do circuito da arte, brasileiros e estrangeiros, de forma a contribuir com panoramas mais abrangentes do meio artístico e afim de fomentar intercâmbios e parcerias com instituições ao redor do mundo.

O programa de residência do Festival é destinado a participantes de todo o Brasil e inteiramente gratuito. Os resultados serão apresentados na exposição coletiva.

Responder