Edição 292Maio 2019
Quarta, 19 De Junho De 2019
Editorias

Publicado em 9/01/2019 - 7:45 am em | 0 comentários

Reprodução

Sebrae-SP cria turmas do programa Super MEI na Baixada Santista

Super MEI: serão formadas três turmas durante janeiro

Sebrae-SP cria turmas do programa Super MEI na Baixada Santista

Cinco dias de aprendizado para melhorar a gestão do negócio. Essa é a programação da modalidade do programa do Sebrae-SP voltado para Microempreendedores Individuais (MEIs) e potenciais empresários, o Super MEI Gestão. Na Baixada Santista, serão formadas três turmas em janeiro, com aulas no Escritório Regional do Sebrae-SP, na Avenida Washington Luiz, 176, em Santos. As inscrições estão abertas e são gratuitas.

O Super MEI Gestão inclui cinco oficinas, uma por dia, com os seguintes temas: planejamento, controle de dinheiro, formação de preço, vendas e inovação. Em Santos, serão formadas três turmas. A primeira terá aulas de 14 a 18 de janeiro, das 18 às 22 horas. O segundo grupo se reunirá entre os dias 21 e 25, das 9 às 13 horas. Já entre os dias 21 e 25, as aulas serão de 14 às 18 horas.

De acordo com a consultora de negócios do Sebrae-SP Patricia Ovalle, a falta de gestão é um dos principais fatores que levam os pequenos negócios a falência prematura. Por isso, o Super MEI Gestão tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento sustentável dos negócios.

Pesquisa do Sebrae mostra que 38,8% dos MEIs não fazem o registro das receitas no dia a dia. Já 47% responderam que controlam a entrada de dinheiro no negócio em um caderno e 16,5% em um computador. “O MEI precisa conhecer seus custos para saber quanto cobrar pelos produtos ou serviços e saber se o negócio está sendo viável. Ele não pode crescer sem controle”, afirma Patricia.

As inscrições podem ser feitas pelo telefone 0800.570.0800.

Para quem já é MEI, os cursos do Super MEI dão ainda a possibilidade do empreendedor conseguir crédito de R$ 1 mil a R$ 20 mil para investir em seu negócio, dentro do programa Juro Zero Empreendedor, desde que não esteja com restrições cadastrais.

O valor pode ser usado para aquisição de produtos e serviços, como: ferramentas para trabalho, veículos utilitários, divulgação do negócio, software e hardware, ou como capital de giro para aquisição de estoque, insumos e mão de obra para adequação do empreendimento. Lembrando que o recurso deve ser destinado sempre para o empreendimento, para a atividade do MEI. O prazo de pagamento do empréstimo é de até 36 meses, com carência de até seis. Para os empreendedores que pagarem em dia, o juro é zero.