Edição 310Novembro 2020
Sexta, 04 De Dezembro De 2020
Editorias

Publicado em 24/08/2018 - 8:14 am em | 0 comentários

Francisco Arrais/Secom-PMS

Santos sediará encontro mundial da Unesco em 2020

Prefeito Paulo Alexandre: várias etapas a cumprir

Santos sediará encontro mundial da Unesco em 2020

Santos será sede do encontro de Cidades Criativas da Unesco, programado para junho de 2020. É a primeira vez que uma cidade da América Latina e Caribe recebe este evento anual da organização internacional. A cidade disputou a final com os municípios de Puebla (México) e Belém (Pará). A apresentação de Santos aos 113 países com direito a voto ocorreu na Polônia, em junho, com a presença do prefeito Paulo Alexandre. Dos 113 integrantes, 96 votaram. Foram 44 votos para Santos, 41 para Puebla e 11 para Belém.

A proposta de Santos tem como tema “Criatividade, caminho para a Igualdade”, com o objetivo de demonstrar o poder da criatividade e da cultura como fatores de desenvolvimento social, urbano e econômico sustentável para a redução das desigualdades no mundo. Haverá programação especial em conjunto com a Unesco, além de eventos tradicionais como o Festival Santos Café.

“Esse encontro vai expor a cidade para o mundo desde já. Temos reuniões agendadas com a Unesco, traremos diversas autoridades internacionais para conhecerem os nossos equipamentos. Temos uma série de etapas a cumprir. O Sesc estará à frente da organização e vamos envolver, ainda, o Sebrae e todos os que atuam na área de economia criativa na Cidade”, afirmou o prefeito Paulo Alexandre Barbosa: “Será uma chance de mostrar o trabalho que é feito, receber turistas do mundo inteiro, o que ajudará a desenvolver economicamente a cidade”.

Outro impacto positivo da divulgação das ações desenvolvidas em Santos na área da economia criativa é um maior acesso a linhas de recursos e financiamentos, que proporcionarão a implantação de novos programas.

Santos é cidade comprometida com a Missão UCCN, um dos principais programas da Unesco para a implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030. Já realizou iniciativas internacionais com cidades criativas, além de ações locais envolvendo parcerias com a sociedade civil, governos estadual e federal, universidades, associações e ONGs.

Santos possui cinco vilas criativas em funcionamento, voltadas à qualificação profissional e que atendem mais de 5 mil pessoas de todas as idades nos seguintes bairros: Vila Nova, Vila Progresso, São Bento, Caruara e Rádio Clube. Em breve, inaugurará a sexta unidade, no Morro da Penha.

Aos que desejam aprender marcenaria, a Prefeitura mantém ainda a EcoFábrica Criativa, com a elaboração de mobiliário a partir de madeira reutilizada e projeto de arquitetos do Club Design.

Sancionada em 16 de julho deste ano, após aprovação da Câmara, a nova Lei de Uso e Ocupação do Solo designou os bairros Valongo, Paquetá e Vila Nova (área do Mercado Municipal) como Distritos Criativos, voltados ao desenvolvimento econômico, social e urbano de moradores da região e empreendedores nestes territórios a partir da economia criativa.

“O resultado que obtivemos é fruto de uma estratégia de governo, um trabalho integrado entre as secretarias, o Poder Legislativo e entidades parceiras, com projetos bastante consistentes”, destaca Niedja de Andrade e Silva Forte dos Santos, diretora do escritório de Inovação Econômica da Prefeitura de Santos.

Santos é membro da Unesco como cidade criativa desde 2015, quando foi reconhecida pela organização no segmento Cinema – aliás, a primeira cidade brasileira a receber o selo da ONU que não é capital de Estado.

Mais em www.santos.sp.gov.br/?q=hotsite/santos-cidade-criativa

Responder