Santos comemora 472 anos de fundação e cria o Conselho de Prefeitos – Jornal Perspectiva
Edição 282Julho 2018
Quarta, 22 De Agosto De 2018
Editorias

Publicado em 26/01/2018 - 2:46 pm em | 0 comentários

Secom/PMS

Santos comemora 472 anos de fundação e cria o Conselho de Prefeitos

Paulo Alexandre, ladeado por Papa e Telma: demonstração de maturidade política

Santos comemora 472 anos de fundação e cria o Conselho de Prefeitos

O Conselho de Prefeitos de Santos foi criado na manhã de hoje nas comemorações oficiais dos 472 anos de fundação da cidade. O órgão terá caráter consultivo e foi instituído por decreto municipal do prefeito Paulo Alexandre Barbosa, assinado no ato cívico de deposição de flores no Monumento a Braz Cubas, fundador de Santos, na Praça da República, no Centro Histórico.

O conselho visa promover discussões e debates sobre assuntos de interesse do Município e auxiliar o prefeito em suas deliberações. Seus membros serão o prefeito em exercício e os anteriores. O mandatário atual poderá convocar as reuniões por iniciativa própria ou a pedido de qualquer membro.

Durante a assinatura, Paulo Alexandre estava acompanhando dos ex-prefeitos João Paulo Tavares Papa, atual deputado federal, e Telma de Souza, que exerce o mandato de vereadora em Santos. “Este decreto demonstra a nossa maturidade política” declarou o prefeito, ao explicar que o conselho é uma ferramenta para reunir o conhecimento de quem já administrou o Município para ajudar na gestão: “É muito importante valorizar essas experiências, independente das diferenças de opiniões, para contribuir para uma cidade melhor”.

“Este é um momento para lembrarmos de quem construiu a história da nossa Cidade. Nosso maior patrimônio é a nossa gente. E toda essa rica trajetória só aumenta a nossa responsabilidade de garantir um futuro melhor”, disse o prefeito em seu discurso.

Em seguida, o bispo diocesano, Dom Tarcísio Scaramussa, celebrou Missa em Ação de Graças, na Catedral de Santos. Durante o ato religioso, o bispo declarou que a celebração de aniversário deve ser um momento de renovar o compromisso de construir uma cidade mais humana, fraterna e justa, sempre atendendo aos mais necessitados.

Os 472 anos também foram comemorados pelo Legislativo em sessão solene na Câmara. Em seu discurso, o orador, vereador Ademir Pestana, lembrou da importância de Santos para a história do País, seus muitos filhos ilustres, como José Bonifácio, e os aspectos que tornaram a cidade como referência no presente, como por exemplo a qualidade de vida e a transparência dos atos da Administração Municipal, ambos reconhecidos nacionalmente.