Edição 296Setembro 2019
Sexta, 20 De Setembro De 2019
Editorias

Publicado em 29/05/2019 - 7:45 am em | 0 comentários

Divulgação

Recua expectativa empresarial sobre retomada do crescimento econômico

Crise é forte, afeta muito os negócios e não dá para prever quando a economia voltará a crescer

Recua expectativa empresarial sobre retomada do crescimento econômico

A 74ª rodada do Indicador de Atividade da Micro e Pequena Indústria de São Paulo, encomendado pelo Sindicato da Micro e Pequena Indústria (Simpi) ao Datafolha, mostra queda acentuada do Índice dos que preveem o fim rápido dos efeitos da crise econômica. Na pesquisa de abril, para 41% dos entrevistados, a crise é forte, afeta muito os negócios, e não dá para prever quando a economia voltará a crescer, apenas 2% dos empresários acreditam que a crise já passou e não afeta mais os negócios.

A pesquisa do mês de abril também apontou que o índice dos que acreditam que a crise está mais fraca, que afeta pouco os negócios, e que a economia deve voltar nos próximos meses caiu para 54%, em março, o índice era de 60% e em fevereiro 63%.

A pesquisa também ressalta que o indicador que mede a avaliação da situação econômica do país, subiu de 42% para 54%, entre fevereiro e abril, a taxa dos que avaliam a conjuntura atual como ruim ou péssima, e apenas 9% que a consideram ótima ou boa. Para 35% dos entrevistados a situação econômica do país é regular. Os dados podem ser conferidos no gráfico abaixo:

Segundo o presidente do Simpi, Joseph Couri, a expectativa otimista com a micro e pequena indústria e a situação economia do país está cada vez mais distante: “Em função do cenário apontado pela pesquisa, se torna cada vez mais necessária a discussão de medidas para dar competitividade para as micro e pequenas indústrias, ou seja, regras de igualdade com o restante do mundo”.

O Indicador de Atividade da Micro e Pequena Indústria de São Paulo é reconhecido como sinalizador de tendência. É importante salientar que 42% das MPIs de todo Brasil estão em de São Paulo.

A íntegra das 73 pesquisas Simpi/Datafolha, desde março de 2013, está disponível no site www.simpi.org.br