Edição 271Agosto 2017
Quinta, 21 De Setembro De 2017
Editorias

Publicado em 7/04/2017 - 10:29 am em | 0 comentários

Leandro Ayres

Parceria entre PMS e VLI garante investimentos de R$ 6 milhões

Santos: convênio beneficiará mais de 130 mil pessoas

Parceria entre PMS e VLI garante investimentos de R$ 6 milhões

As áreas de Educação e Saúde em Santos, no litoral paulista, vão receber investimento de R$ 6 milhões devido a parceria entre a Prefeitura e a VLI, empresa que administra o Terminal Integrador Portuário Luiz Antonio Mesquita (Tiplam). O termo de cooperação técnica foi assinado ontem pelo diretor presidente da VLI, Marcello Spinelli, e pelo prefeito Paulo Alexndre Barbosa, em cerimônia no salão nobre do Paço na presença de autoridades.

A parceria beneficiará mais de 130 mil pessoas. Do total a ser investido, R$ 3,3 milhões vão para projetos ligados à Saúde. Parte do aporte financeiro será utilizado para aquisição e adaptação de uma van para atendimento médico oftalmológico. Outra fração do investimento será utilizada para expansão da rede de atenção especializada e qualificação dos serviços de saúde. A medida tem como finalidade suprir a demanda de equipamentos e mobiliários para oito policlínicas.

A última parte da verba será utilizada no projeto Escola das Mães, um conjunto de ações didáticas complementares às consultas médicas que abordam na prática questões relacionadas ao planejamento reprodutivo, gestação, nascimento e cuidados ao recém-nascido, realizadas no Instituto da Mulher e Gestante, além das policlínicas do Jabaquara, Vila Mathias, Vila Nova, Caruara, Aparecida, José Menino/Pompeia e São Manoel.

Os recursos na área de Educação, na ordem de R$ 2,7 milhões, serão utilizados para o Núcleo de Educação para a Paz, parte do plano de implantação da Justiça Restaurativa em Santos, e que prevê o uso de um espaço de 110 m² na Secretaria de Educação. O núcleo servirá para a resolução de conflitos nas escolas municipais, tratamento de temas sensíveis, tomada de decisões e capacitação de profissionais.

Outra iniciativa contemplada pelo convênio é a montagem de núcleos tecnológicos em oito escolas da rede municipal, com a renovação e ampliação do acervo e do mobiliário das bibliotecas de nove unidades. Também haverá instrumentalização com equipamentos tecnológicos como lousa digital, computadores, tablets, datashow e impressora, visando a melhoria da aprendizagem dos alunos.

As prioridades para o recebimento da verba foram definidas em conjunto entre a Administração Municipal e a VLI.

Durante a solenidade o prefeito Paulo Alexandre assinou o Projeto de Lei Complementar que institui a política pública de justiça restaurativa na rede de ensino de municipal. Em outubro de 2014, a prefeitura criou o programa de justiça restaurativa, que visa a mediação, prevenção e resolução de conflitos nas escolas municipais.

“Além de gerar milhares de empregos, a VLI se destaca pela responsabilidade social e faz isso com muita competência, estando ao nosso lado também em outras parcerias. A aposta na responsabilidade social serve de exemplo para outras empresas”, declarou o prefeito. Já o diretor presidente da VLI destacou a relação da empresa com a cidade: “A VLI tem se esforçado para transformar o Brasil, e falar de logística é falar de Santos. É impossível dividir uma da outra. Algumas instituições vão durar para sempre, o Porto de Santos é uma delas”.