Edição 309Outubro 2020
Quarta, 25 De Novembro De 2020
Editorias

Publicado em 7/11/2020 - 7:00 am em | 0 comentários

Divulgação

Multinacional espanhola lança residencial na capital paulista

La Casa Brooklin: áreas comuns integradas

Multinacional espanhola lança residencial na capital paulista

O Grupo Lar da Espanha lançou seu primeiro empreendimento residencial na cidade de São Paulo, o multicultural La Casa Brooklin, na Rua Andréa Paulinetti, 241, com apartamentos de 86,48 m2 e 68,76 m2. Segundo o diretor geral no Brasil, Guilherme Carlini, o empreendimento é um marco para a história do grupo, já que a matriz enxerga o Brasil como destino preferencial para novos investimentos: “Nossa intenção é oferecer uma experiência internacional em arquitetura e design aos nossos clientes. Ainda que o projeto tenha sido desenvolvido no Brasil, contamos com consultores internacionais, dos países onde atuamos, para chegarmos ao produto final”.

Um dos aspectos dessa conjunção de culturas é a valorização dos espaços abertos. “Especialmente por estarmos no Brasil, fez todo sentido adotarmos para nosso projeto ambientes mais arejados, que favoreçam a ventilação e a iluminação natural, tão característica do nosso país tropical. Assim, nossas janelas e aberturas são bem maiores do que as tradicionais”, disse Guilherme.

O projeto arquitetônico é de autoria da Gaaz Arquitetura. “Conseguimos um resultado estético forte e interessante, com uma planta extremamente racional e inteligente, onde cada metro quadrado é útil, a planta flexível, grandes aberturas, luz e ventilação naturais. Algo, sem dúvida, acima do padrão do mercado”, conta Fernando Romano, sócio-diretor da Gaaz.

As áreas comuns do La Casa Brooklin são integradas. O térreo, por exemplo, foi inspirado em lobbies de hotéis, para promover maior circulação e utilização. “Com wifi, mobiliário e decoração acolhedora, nosso térreo pode ser utilizado para receber amigos, trabalhar e até mesmo relaxar”, diz Carlini. A área de lazer está no 4º pavimento e ao rooftop, também pensada para privilegiar a convivência e a troca de experiências.

Responsável pela decoração destes espaços e do apartamento decorado do stand de vendas, à Todos Arquitetura coube a missão de fazer com que as áreas comuns funcionassem como extensão dos apartamentos. “Foi uma novidade um cliente pedir para que criássemos um espaço com características de lobby de hotel em vez de um hall de um edifício residencial. Nunca havíamos feito isso. Foi muito desafiador”, diz Lais Delbianco, sócia e head de desenvolvimento da Todos.

A ideia é que os moradores se apropriem das áreas comuns, acrescentou Mauricio Arruda, sócio e diretor de criação da Todos: “Por isso, trouxemos materiais e móveis com a mesma qualidade daqueles utilizados dentro dos apartamentos. Isso ajuda a criar a sensação de que aquele espaço realmente é dos moradores. Para o diretor criativo da empresa, Rogério Gurgel, “a intenção é que esses espaços possam ser usados 24 horas por dia, de diferentes formas”.

O paisagismo foi desenvolvido pelo Núcleo Arquitetura da Paisagem e previu a troca entre arquitetura e paisagismo em uma linguagem comum, além da integração entre interno e externo. “Pensamos no trajeto que o morador vai fazer no empreendimento. A vegetação entra como elemento importante, escultórico, alguns momentos, e como plano de massa verde no fundo, fazendo toda a composição e integração”, avaliou Eduardo Fernandes Dias, diretor da Núcleo Arquitetura da Paisagem.

Responder