Edição 320Setembro 2021
Sábado, 16 De Outubro De 2021
Editorias

Publicado em 4/10/2021 - 6:30 am em | 0 comentários

Divulgação

Meta é reduzir Gases de Efeito Estufa

Stellantis acaba de conquistar o “Selo Ouro” do GHG Protocol Brasil

Meta é reduzir Gases de Efeito Estufa

Nelson Tucci

Que a indústria automotiva é fonte primária de poluição todo mundo já sabe. Que o digam os motores a combustão, especialmente os movidos a gasolina brasileira (historicamente um produto de pior qualidade que a encontrada em outros mercados do Hemisfério Norte. Embora hoje esteja em padrão mais elevado, até 1992 continha chumbo e até o ano passado o nível de enxofre ainda era alto) e a diesel. Mas, felizmente, esta cruel realidade vai mudando gradualmente. O carro elétrico, que dia a dia ganha maior presença nas ruas de todos os países, é um exemplo disso. Só é preciso entender direitinho como é que se produz tanta energia elétrica (por termelétrica, movida a combustível fóssil; por hidrelétricas que engolem floretas nativas; ou por processos sustentáveis de fato?) para abastecê-los.

De qualquer forma, avançamos. E uma das formas visíveis é o comprometimento da indústria com o meio ambiente. A Stellantis, por exemplo, acaba de conquistar o “Selo Ouro” do Programa GHG Protocol Brasil, que tem como objetivo incentivar empresas a entender, quantificar e gerenciar as emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE ou GHG na sigla em inglês). O reconhecimento é institucional, ou seja, abrange todas as unidades da companhia na América do Sul, que incluem 11 unidades fabris no Brasil e na Argentina, além de escritórios e dois armazéns da Mopar. O selo garante que 100% do grupo realizou o inventário completo de emissões e tem os dados auditados e certificados.

“Trata-se de uma conquista significativa, alcançada graças ao compromisso com o desenvolvimento sustentável que nossos times compartilham”, comemora Amanda Leite, analista de Meio Ambiente da Stellantis América do Sul: “Uma vez que o mapeamento das emissões foi concluído e auditado, conseguimos identificar as principais fontes de emissão e passamos para o passo seguinte, que é trabalhar fortemente em projetos de redução em todas as nossas unidades e, posteriormente, buscar a neutralização”.

Para as emissões que restarem, a compensação é feita através de Créditos de Carbono reconhecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU). Atualmente, o grupo possui a certificação de neutralidade nas plantas industriais de Goiana/PE, Jaboatão dos Guararapes/PE, Powertrain Campo Largo/PR, Powertrain Betim/MG, CMP Contagem/MG e CMA Goiana/PE.

Leia mais em www.veiculosenegocios.blogspot.com.br

Veículos & Negócios é publicada mensalmente na versão impressa do jornal Perspectiva e atualizada semanalmente no blog.

Responder