Edição 308Setembro 2020
Quinta, 22 De Outubro De 2020
Editorias

Publicado em 23/06/2020 - 12:11 pm em | 0 comentários

Divulgação

“Esporte como instrumento de paz”, afirma Murray Neto no Dia Olímpico

Dia Olímpico: saudação aos desportistas

“Esporte como instrumento de paz”, afirma Murray Neto no Dia Olímpico

Candidato à presidência do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), o advogado Alberto Murray Neto divulgou hoje mensagem pela passagem do Dia Olímpico. Neto do major Sylvio de Magalhães Padilha, ex-presidente do COB, Murray Neto é um entusiasta do esporte olímpico e ganhou notoriedade na luta contra os desmandos de Carlos Arthur Nuzman à frente do órgão. Eleito em março de 2018 para o Conselho de Ética do COB, Murray Neto desligou-se do órgão no início deste ano por não concordar com a gestão do atual presidente, Paulo Wanderley. Na carta renúncia, afirmou: “Meu desapontamento com alguns atos recentes de sua gestão, sobre os quais me manifestei publicamente, são as razões para minha renúncia”.

Esta é a mensagem de Murray Neto neste Dia Olímpico:

“O Movimento Olímpico professa uma mensagem de paz. No Dia Olímpico, saúdo todos os desportistas desta grande nação. Saúdo-os pelo revigoramento do ideal transformado em legenda dos Jogos Olímpicos, consubstanciado no objetivo de dar a todos a consciência de sua responsabilidade do complexo universal.

O Dia Olímpico expressa o espírito que caracteriza os atletas: a tenacidade ao lado do ideal, a luta destemida pela conquista do bem estar, da união dos povos e da unidade absoluta das nações.

Saúdo os desportistas do Brasil, os que vêm Norte, do Nordeste, do Centro-Oeste, do Sudeste e do Sul. Que no Dia Olímpico as fronteiras das pátrias sejam esquecidas, que sejam todos herdeiros da mesma fé e credo, com o propósito comum de emprestar ao desporto o sentido verdadeiro de seu apostolado.

Que o Espírito Olímpico permita elevar a cultura humana ao estágio capaz de justificar o respeito do mundo e conduzir a ciência a culminâncias até então somente aceita pelo sonho dos visionários, poetas e literatos.

Que se creia no esporte como instrumento de paz”.

Responder