Edição 327Abril 2022
Terça, 17 De Maio De 2022
Editorias

Publicado em 9/05/2022 - 6:30 am em | 0 comentários

Divulgação

Entre bêbados e equilibristas

Fiscalização visa prevenção e redução de acidentes

Entre bêbados e equilibristas

Nelson Tucci

Diz o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) que tanto dirigir sob a influência de álcool quanto recusar-se a soprar o bafômetro são infrações gravíssimas. O (A) motorista que for flagrado (a) alcoolizado (a) ou que se recusar a fazer o teste do bafômetro será multado (a) em R$ 2.934,70. No caso de reincidência no período de 12 meses, a pena será aplicada em dobro, ou seja, R$ 5.869,40, além da cassação da CNH. Como se vê, a lei penaliza, mas ainda “dá uma segunda chance” para os (as) irresponsáveis ao volante que, ao beber, assumem o risco de matar.

Neste ano a fiscalização autuou 1.476 condutores por se recusarem ao teste do etilômetro (popularmente conhecido por bafômetro) nas fiscalizações no estado de São Paulo. Outros 211 motoristas foram multados ao serem flagrados dirigindo sob influência de álcool (o Detran não especifica aqui o gênero, mas historicamente os homens demonstram maior nível de irresponsabilidade ao volante). Entre janeiro e abril houve abordagens a 34.917 motoristas (contra 23.868 no mesmo período de 2019, na pré-pandemia).

No Maio Amarelo, mês voltado a campanhas educativas de trânsito, o Detran.SP promete aumentar em 16% as fiscalizações na Operação Direção Segura Integrada (ODSI). Estão previstas 33 blitzes no estado. Em abril último foram realizadas 28 operações.

Leia mais em www.veiculosenegocios.blogspot.com.br

Veículos & Negócios é publicada mensalmente na versão impressa do jornal Perspectiva e atualizada semanalmente no blog.

Responder