Edição 320Setembro 2021
Terça, 26 De Outubro De 2021
Editorias

Publicado em 24/02/2021 - 7:00 am em | 0 comentários

Divulgação

Energia renovável dobra capacidade de instalação e vira tendência para 2021

Consumidor está aderindo à microgeração própria

Energia renovável dobra capacidade de instalação e vira tendência para 2021

A queda no preço das placas solares e o aumento das tarifas nas contas de luz estabelecidas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) são fatores decisivos para que o consumidor seja atraído pela energia sustentável. Segundo dados da Associação Brasileira de Energia Solar (Absolar), em 2020 dobrou a capacidade instalada de equipamentos próprios para geração de energia solar, saltando de 4,6 gigawatts (GW) para 7,5 GW. A previsão dos especialistas é que o número alcance 12,6 GW neste ano, confirmando que as fontes para captação de energia limpa e renovável em residências e edifícios comerciais se confirmam como tendências de mercado no Brasil.

“A energia solar é um ótimo benefício porque garante conforto, segurança de fornecimento e taxa de retorno”, comenta Juliano Pedroso, professor de Engenharia Elétrica do Centro Universitário Internacional Uninter: “No Brasil, ainda é pouco explorada, mas só tende a crescer. Num futuro próximo, certamente a maioria dos prédios e empresas vai aderir à microgeração própria de energia”.

Pedroso elenca algumas vantagens de se adotar a energia solar em casa ou estabelecimento comercial: “economia de até 90% na conta de luz, que estará protegida das tarifas abusivas; valorização do imóvel; e redução da emissão de CO2, fortalecendo a ideia de um futuro mais responsável ecologicamente”.

Além da energia solar, o professor cita outros exemplos de geração de energia renovável como tendências a receberem mais investimentos, como a eólica, a biomassa e a energia química do hidrogênio.

Responder