Edição 320Setembro 2021
Quinta, 21 De Outubro De 2021
Editorias

Publicado em 17/09/2021 - 6:53 am em | 0 comentários

Divulgação

Empresa investe na construção offsite de edifícios modulares

Show home recria edifício no sistema modular

Empresa investe na construção offsite de edifícios modulares

A construção offsite avança em todo o mundo e tem no Brasil um dos mercados de maior potencial de expansão. Sustentável e dinâmico, o sistema traz um novo conceito para a construção em larga escala de casas, apartamentos, conjuntos comerciais, hotéis e pontos comerciais. É um processo limpo, ágil e que concentra toda produção em fábrica, onde módulos de diferentes modelos e tamanhos serão transferidos para montagem final no local da obra. Além da versatilidade, o modelo confere eficiência e velocidade de até 50% aos projetos.

Apoiada em mais de 10 anos de experiência com a construção modular atendendo uma centena de clientes e mais de 50 mil metros quadrados entregues, a Modularis Offsite Building pretende se tornar líder no segmento residencial no Brasil utilizando esse sistema construtivo já consolidado na Europa, Ásia e Estados Unidos. O movimento é fruto de cuidadoso redesenho da companhia, que está investindo na construção de uma fábrica de 10 mil metros quadrados e definiu três eixos prioritários para sua expansão: profissional, varejo e residencial.

Para sustentar os objetivos traçados, a construção do MGuest House, um show home localizado na sede da empresa em Itupeva/SP, é ponto essencial. Inédito em sua concepção no Brasil, o projeto reúne uma experiente cadeia de fornecedores que foram escolhidos e convidados a unirem-se à proposta: reunir em um protótipo todos os detalhes, parâmetros, protocolos e processos que ancoram um dos mais promissores segmentos da construção: um empreendimento modular, com inovação e total segurança.

O MGuest House é todo concebido no sistema BIM (Building Information Modeling), o que também garante precisão e previsibilidade na execução dos projetos. “Muitas horas de estudo foram dedicadas, ao lado de um grupo de 14 parceiros líderes em seus segmentos, fabricante de aço, painéis e placas, portas e janelas, escritório de arquitetura além de duas redes hoteleiras que agregaram suas visões ao método de construção offsite. O projeto exigiu meses de trabalho árduo na busca de parceiros, gestão integrada de todas as pontas e agora pode ser visto e sentido em nossa fábrica em Itupeva. O investidor pode entrar, sentir o conforto e até dormir sem perceber que se trata de um prédio totalmente construído em 40 dias dentro fora de um canteiro de obras”, conta o CEO Paulo Salvador.

Especialistas desse mercado projetam que o segmento da construção offiste deve crescer 5,75% ao ano até 2025 em todo o mundo. Brasil, China e Japão lideram os mercados mais promissores para que o modelo conquiste maior escala.

O próximo investimento de peso da empresa será a construção de uma nova unidade fabril no país, dando suporte aos novos empreendimentos que tem programado. “Com o MGuest House, poderemos acelerar e aumentar ainda mais esse pipeline de mais de 200 milhões de reais que temos em carteira. Nos próximos três anos, faremos história na construção de prédios modulares no Brasil”, acrescenta Salvador.

Responder