Edição 327Abril 2022
Terça, 17 De Maio De 2022
Editorias

Publicado em 29/11/2021 - 6:30 am em | 0 comentários

Divulgação

Cummins parte pra descarbonizar

Uso do hidrogênio, como combustível, é parte do carbono zero

Cummins parte pra descarbonizar

Nelson Tucci

Ao completar 50 anos de atuação no país, a Cummins Brasil lançou a palavra de ordem: descarbonização. E anuncia a chegada da Unidade de Negócios New Power, um dos marcos mais importantes na história da empresa, sob a liderança do diretor de Vendas Maurício Rossi. Globalmente, a unidade New Power é a quinta no portfólio Cummins. As outras quatro são: Motores, Componentes (filtros, turbos, pós-tratamento), Geração de Energia e Distribuição

De acordo com o presidente da Cummins Brasil, Adriano Rishi, “nessa estratégia, a diversificação energética, incluindo portfolio inicial de energia, com motores elétricos, propulsores a diesel e a gás mais limpos, as células de combustível e, principalmente, o hidrogênio, serão essenciais no contexto carbono zero para o Brasil”.

Na visão estratégica da companhia, a descarbonização será gradual. O diesel ainda vai predominar ao longo desta década – com tecnologia para ser cada vez mais limpo. De olho nessa realidade, a Cummins realizou investimentos que somam R$ 170 milhões e está pronta para atender às normas do Proconve P8 (Euro VI), que estabelece redução de cerca de 77% de NOx e de aproximadamente 66% de material particulado em relação ao Proconve P7 (Euro V). O pacote da empresa contempla soluções completas e integradas, como a nova plataforma de motores Euro VI (2.8, 3.8, 4.5, 6.7, 9, 12 e 15 litros), além das opções a gás (9, 12 e 15 litros), filtros, turbos e os novos sistemas de pós-tratamento, U Module e Single Module, mais leves e eficientes.

Leia mais em www.veiculosenegocios.blogspot.com.br

Veículos & Negócios é publicada mensalmente na versão impressa do jornal Perspectiva e atualizada semanalmente no blog.

Responder