Edição 327Abril 2022
Quarta, 18 De Maio De 2022
Editorias

Publicado em 22/12/2021 - 7:49 am em | 0 comentários

Divulgação

Convênio garante projetos habitacionais para reocupação do Centro Histórico

Assinatura aconteceu na sede da CDHU

Convênio garante projetos habitacionais para reocupação do Centro Histórico

A Prefeitura de Santos firmou ontem convênios com a Companhia de Desenvolvimento Urbano e Habitacional (CDHU) do estado de São Paulo para construir dois projetos habitacionais no Centro Histórico. Foram anunciadas a construção de 50 unidades no “Santos I” e 36 apartamentos do retrofit da antiga sede do Ambesp, o “Santos AD”. A assinatura aconteceu na sede da companhia em São Paulo.

As licitações para as obras dos dois projetos devem ser abertas até março de 2022. As obras serão licitadas, contratadas e gerenciadas pela Cohab Santista.

O projeto habitacional “Santos I” será implantado na Avenida São Francisco, 473, no bairro Paquetá. Já a recuperação para habitação (retrofit) do antigo prédio do Ambesp, é na Rua Gonçalves Dias, 8, esquina com a Rua do Comércio. De acordo com o prefeito Rogério Santos, ambos são considerados essenciais no amplo programa da Prefeitura de recuperação do Centro Histórico.

“O momento é de retomada econômica, e não há nada melhor do que investir em Habitação”, destacou o prefeito: “Estamos assinando convênios para atender moradores dos cortiços e para habitação na região central. É um dia de muita festa”.

Também participaram da assinatura do convênio o presidente da CDHU, Silvio Vasconcelos, o secretário estadual da Habitação, Flávio Amary, o secretário executivo de Habitação, Fernando Marangoni, e o presidente da Cohab Santista, Maurício Prado.

Ontem também foi aberta a licitação para a construção de 574 unidades para o Projeto Prainha, na Rua Zelnor de Paiva Magalhães, 825, no Chico de Paula. Hoje será a vez da abertura da licitação do Programa Santos Z, que prevê 300 unidades habitacionais na Avenida Francisco Manoel e Rua Teodoro Sampaio, no Jabaquara.

As unidades se somam às 140 unidades habitacionais que estão sendo construídas no “Santos Y”, na Avenida Francisco Ferreira Canto, no bairro Caneleira, totalizando 1.014 unidades no município.

Responder