Edição 308Setembro 2020
Sábado, 24 De Outubro De 2020
Editorias

Publicado em 7/07/2020 - 7:09 am em | 0 comentários

Reprodução

CDHU abre credenciamento para construir mais 4.525 mil moradias

Unidades atenderão famílias com renda até 5 salários mínimos

CDHU abre credenciamento para construir mais 4.525 mil moradias

A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) está com edital aberto para credenciamento de empresas para a produção de mais 4.525 unidades habitacionais do Programa Nossa Casa, em parceria com a Caixa Econômica Federal. Serão 35 empreendimentos, que vão ser edificados em 28 municípios. O novo credenciamento foi anunciado pelo secretário de estado da Habitação, Flavio Amary, e o presidente da CDHU, Reinaldo Iapequino, durante reunião com os prefeitos das cidades contempladas.

O edital completo está disponível no site www.cdhu.sp.gov.br a partir de hoje. Os empreendimentos serão viabilizados pela modalidade Nossa Casa – CDHU, que irá construir 11 mil moradias, em parceria com a Caixa Econômica Federal, em 114 municípios paulistas. No primeiro edital, publicado em outubro do ano passado, foram credenciadas empresas para a construção de 7.278 moradias.

“Estamos muito felizes hoje, fizemos essa solenidade para abertura de um novo edital de credenciamento dentro da modalidade Nossa Casa – CDHU”, afirmou o secretário. Nesta modalidade, as unidades são edificadas em terrenos viabilizados pelos municípios. A construção das moradias é realizada com recursos da Caixa e da Secretaria da Habitação, por intermédio da Agência Casa Paulista.

Os 4.525 imóveis vão atender famílias com renda entre 1,5 a 5 salários mínimos. A Secretaria de Estado da Habitação, por meio da Agência Casa Paulista, concederá subsídios de até R$ 40 mil, conforme a renda das famílias. Será possível contar ainda com subsídios federais e utilizar o FGTS no financiamento habitacional. Desta forma, o valor das prestações ficará compatível com a capacidade de pagamento das famílias. A seleção dos beneficiários será feita pelas prefeituras, com apoio da CDHU.

A relação das empresas credenciadas, conforme a ordem de classificação, será encaminhada à Caixa, responsável pelas contratações. O Nossa Casa foi instituído pelo decreto estadual nº 64.419 e estima investimento de R$ 1 bilhão na construção 60 mil unidades até 2022. O programa promove parcerias entre o Estado, as prefeituras e a iniciativa privada para fomentar a produção de unidades habitacionais para famílias de baixa renda.

Estes são os municípios onde serão construídas as 4.525 unidades habitacionais (uhs):

Anhembi – 70 uhs

Araçoiaba da Serra -250 uhs

Atibaia – 243 uhs

Barretos – 31 uhs

Bernardino de Campos – 192 uhs

Bilac -50 uhs

Campina do Monte Alegre – 59 uhs

Cardoso – 24 uhs

Cerqueira Cesar – 169 uhs

Cosmópolis – 232 uhs

Espírito Santo do Pinhal – 265 uhs

Iporanga – 27 uhs

Irapuã – 19 uhs

Lençóis Paulista – 200 uhs

Macedônia – 75 uhs

Nova Granada – 207 uhs

Pontes Gestal – 116 uhs

Presidente Epitácio – 70 uhs

Quintana – 105 uhs

São José do Rio Preto – 1.038 uhs

São Miguel Arcanjo – 229 uhs

São Sebastião da Grama – 142 uhs

Serrana – 48 uhs

São Paulo – 199 uhs

Tapiratiba – 16 uhs

Taquarituba – 252 uhs

Valentim Gentil – 143 uhs

Vinhedo – 54 uhs

Responder