Edição 296Setembro 2019
Sexta, 18 De Outubro De 2019
Editorias

Publicado em 25/07/2019 - 7:56 am em | 0 comentários

Divulgação

Casa do Trem Bélico é o ponto de parada da linha turística de quinta a domingo

Zé Corneteiro: personagem criado por Miguel Escandon

Casa do Trem Bélico é o ponto de parada da linha turística de quinta a domingo

Zé Corneteiro estará a postos a partir de hoje na Casa do Trem Bélico para recepcionar os passageiros da Linha Conheça Santos, city tour panorâmico que até domingo terá parada para visitação deste exemplo da arquitetura militar colonial setecentista e o mais antigo prédio público da cidade.

O micro-ônibus com ar-condicionado sai às 10 horas e às 14 horas da Ilha de Conveniência do Boqueirão, no canteiro central da avenida da praia, próximo à Conselheiro Nébias, e a passagem custa R$ 15.

O personagem criado por Miguel Escandon em 2015 atrai a atenção de crianças e adultos com suas brincadeiras e o som da corneta, chamando o público para conhecer uma das poucas edificações militares da época ainda existentes do país.

O city tour de 1h30 de duração, que durante a temporada de Inverno circula de quinta a domingo, percorre cerca de 40 locais histórico-culturais, cujas curiosidades são destacadas pelo guia de turismo da Setur (Secretaria de Turismo). Entre eles, Aquário, Orquidário, palácios Saturnino de Brito e José Bonifácio, Monte Serrat e museus de Pesca, do Mar, Marítimo, do Café, Pelé e de Arte Sacra.

A história da Casa do Trem Bélico começa entre 1640 e 1656, período da restauração da independência de Portugal. Suas características atuais datam, provavelmente, de 1734. O espaço integra o Circuito Turístico dos Fortes, em parceria com a Unisantos, e abriga mostras de temas bélicos.