Edição 281Junho 2018
Sábado, 21 De Julho De 2018
Editorias

Publicado em 28/06/2018 - 10:05 am em | 0 comentários

Divulgação/PMB

Bertioga reúne boas oportunidades para profissionais de hotelaria

Senac aposta em novo curso na área de hotelaria e turismo

Bertioga reúne boas oportunidades para profissionais de hotelaria

Quem possui formação profissional na área de hotelaria e turismo em Bertioga encontra boas oportunidades no mercado. Porta de entrada para o litoral Norte de São Paulo, o município tem crescido muito em termos urbanos: está entre os 100 principais do Brasil num ranking de valorização imobiliária, com hotéis, pousadas, shoppings, boates, restaurantes e outros empreendimentos, além de contar com 33 km de praias.

“Por ser uma cidade litorânea, com visual deslumbrante e estrutura para receber turistas, Bertioga abriga muitas vagas de trabalho no setor, já que a população local precisa estar preparada para receber os visitantes e manter ativas as engrenagens de desenvolvimento econômico”, comenta Cássia Coimbra da Silvia, gerente do Senac Bertioga.

Atento à demanda, o Senac Bertioga lança o curso de curta duração “Organização e Planejamento do Receptivo Turístico”. A primeira turma começa em 3 agosto até 5 de outubro e as inscrições já podem ser realizadas em www.sp.senac.br/bertioga, ou presencialmente na unidade, na Rua Pr. Djalma da Silva Coimbra, 20, Rio da Praia, no Sesc Bertioga.

Nas aulas, os alunos irão trabalhar habilidades específicas e necessárias para atuação no mercado de turismo, em etapas que incluem instruções de pesquisas de geografia, história e cultura locais, essenciais para o planejamento, coordenação e marketing com foco na recepção turística. Na turma inaugural, os encontros acontecerão às sextas-feiras, das 8h30 às 12h30.

A formação profissional no setor é um diferencial para os que buscam uma colocação no mercado de trabalho. “O conhecimento técnico garante ao participante mais qualidade e eficiência do serviço prestado, entre outras vantagens que podem ser avaliadas durante um processo seletivo”, acrescenta Cássia.