Edição 273Outubro 2017
Quinta, 23 De Novembro De 2017
Editorias

Publicado em 3/08/2016 - 11:09 am em | 0 comentários

Reprodução

Atletas veganos competem nos Jogos Olímpicos Rio 2016

Sociedade Vegetariana Brasileira: fundada em 2003, promove o vegetarianismo próprio discurso

Atletas veganos competem nos Jogos Olímpicos Rio 2016

Levantamento de peso, corrida e tênis. São nesses três esportes que os atletas Kendrick Farris, Morgan Mitchell e Serena Williams irão competir, respectivamente, nos Jogos Olímpicos Rio 2016, que começam na sexta-feira. Além de serem destaques mundiais em suas áreas, eles têm em comum o fato de serem veganos, ou seja, não consumirem produtos de origem animal.

Serena Williams é uma das maiores tenistas da atualidade, sendo chamada pela imprensa como “rainha das quadras”. Conta com 22 títulos do Grand Slam e já foi listada mais de cinco vezes como a número 1 do ranking mundial de tênis, além de ter conquistado quatro medalhas de ouro olímpicas. Ela é vegana desde 2012 e afirmou que sentiu diminuição nos níveis de fadiga logo após adotar a dieta.

O halterofilista norte-americano Farris – que compete no levantamento de peso – se tornou vegano em 2014 e, desde então, apresentou uma melhora contínua em sua performance, batendo o recorde americano na categoria 94kg este ano. A corredora australiana Morgan Mitchell também parou de consumir produtos de origem animal em 2014 e disse sentir que seu desempenho está cada dia melhor. Na temporada de 2016 venceu todas as suas provas dos 400m rasos e se classificou invicta para os Jogos Olímpicos.

No início do ano, a Sociedade Vegetariana Brasileira em reunião com o Comitê Olímpico garantiu que refeições veganas fossem oferecidas no cardápio gratuito que é disponível a atletas, delegações e imprensa ao longo do evento

Fundada em 2003, a Sociedade Vegetariana Brasileira promove o vegetarianismo como uma opção alimentar ética, saudável e sustentável. Por meio de campanhas, convênios, eventos, pesquisa e ativismo político, a SVB realiza a conscientização sobre os benefícios do vegetarianismo, e trabalha para aumentar o acesso da população a produtos e serviços vegetarianos. No ano de sua fundação, sediou o 36º Congresso Vegetariano Mundial e, nesses anos, foi responsável por eventos como o VegFest – Congresso Vegetariano Brasileiro, 12º Festival Vegano Internacional, Parada Veg, Mostra Internacional de Cinema Pelos Animais, entre outros.