Edição 273Outubro 2017
Terça, 21 De Novembro De 2017
Editorias

Publicado em 12/04/2017 - 9:46 am em | 0 comentários

Divulgação

Atenção aos horários de pico nas rodovias de São Paulo neste feriado de Páscoa

Cerca de 1,8 milhão de veículos circulará nas rodovias de acesso à Região Metropolitana de São Paulo, rumo ao Litoral e ao Interior

Atenção aos horários de pico nas rodovias de São Paulo neste feriado de Páscoa

O movimento nas rodovias paulistas que dão acesso ao Litoral e Interior na Região Metropolitana de São Paulo deve se intensificar a partir do início da tarde de amanhã, em razão do fim de semana prolongado pelo feriado da Paixão de Cristo e Páscoa. A previsão é que o tráfego seja intenso até a noite, mas em alguns casos o volume deve permanecer alto até o início da madrugada, como no Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI). As concessionárias de rodovias paulistas implantarão operações especiais para garantir mais conforto, segurança e agilidade aos usuários que vão viajar. Na sexta-feira, o movimento deve voltar a ficar intenso a partir das 7 horas em algumas das rodovias.

A previsão é que durante esse feriado, mais de 1,8 milhão de veículos circule pelas rodovias concedidas paulistas que têm acesso à Região Metropolitana de São Paulo. A Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) alerta sobre os cuidados a serem tomados em caso de neblina. Quando a visibilidade for prejudicada, o motorista deve reduzir gradualmente a velocidade e manter aceso o farol baixo – tanto de dia como à noite. Nunca deve parar na pista ou ligar o pisca alerta com o veículo em movimento. O período de maior incidência de neblina já terminou, mas em algumas regiões do Estado de São Paulo, o fenômeno climático ainda tem sido observado com certa frequência, como por exemplo, no Sistema Anchieta-Imigrantes.

Em todas as rodovias haverá reforço no monitoramento, operação e manutenção dos equipamentos operacionais, como call box, câmeras de TV, painéis de mensagem, veículos de apoio e equipes de atendimento. Também está previsto aumento no número de guinchos, ambulâncias e veículos operacionais em geral, além da implantação da operação “papa-fila” nos pedágios para agilizar a passagem nas cabines de cobrança manual, quando necessário. Os sites das concessionárias terão disponíveis, em tempo real, as condições de tráfego do trecho administrado da rodovia. O trabalho é desenvolvido também em parceria com a Polícia Militar Rodoviária.

LITORAL. A previsão é que entre 250 mil e 305 mil veículos deixem a capital paulista em direção ao Litoral pelo Sistema Anchieta-Imigrantes. A contagem se inicia a zero hora de hoje e se estende até às 23h59 de domingo.  O maior fluxo de veículos no sentido litoral é aguardado para a sexta-feira, no período da manhã, quando a concessionária deve implantar a Operação Descida (7×3) às 10 horas, com previsão de permanência até 1 hora. Durante este período, os veículos que seguirem em direção ao litoral contarão com as duas pistas da rodovia Anchieta e a pista sul da rodovia dos Imigrantes para descida da serra. A subida será feita apenas pela pista norte da rodovia dos Imigrantes. Já na volta do feriado o tráfego deve se intensificar no domingo, a partir das 8 horas, horário programado para a implantação da Operação Subida (2×8) no Sistema Anchieta-Imigrantes. Neste cenário, a subida será feita pelas duas pistas da rodovia dos Imigrantes e pista norte da rodovia Anchieta. A descida acontecerá somente pela pista sul da Anchieta. A previsão é de que esta operação permaneça até às 23 horas. Vale ressaltar que a inversão de sentido das rodovias do SAI, durante as operações de tráfego, acontece apenas no trecho de serra – entre os km 40 e o km 55 da Anchieta, e do km 40 ao km 57 da Imigrantes.

A estimativa da Ecopistas é que entre 804 e 829 mil veículos passem pelas quatro praças de pedágio do corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto, nos dois sentidos, de 13 a 16 de abril. Considerando somente o movimento esperado para a praça de pedágio de Itaquaquecetuba, no sentido interior da rodovia Ayrton Senna, a expectativa é de que entre 160 e 200 mil veículos deixem a capital. Na saída dos motoristas para o feriado prolongado, a previsão é de que o fluxo de veículos seja mais intenso das 15 às 19 horas de amanhã e entre 7 e 12 horas de sexta-feira. No retorno a São Paulo, a Ecopistas aguarda maior fluxo de veículos das 14 às 18 horas de domingo.

Na Rodovia dos Tamoios cerca de 120 mil veículos devem utilizar as pistas rumo ao Litoral Norte durante o fim de semana prolongado. A operação especial terá início amanhã, a partir das 13 horas, com a implantação de uma faixa adicional na pista de descida do trecho de Serra (do km 68 ao km 81). Esta faixa estará disponível até às 17 horas de sexta. Para o retorno do feriado, no domingo, a pista de subida voltará a ter sua configuração normal, com duas faixas de rolamento, ficando a pista de descida com uma faixa. A concessionária que administra a rodovia prevê aumento no fluxo de veículos entre 14 e 20 horas de amanhã e entre 7 e 14 horas da sexta-feira. Para o retorno do feriado, o pico do trânsito deve ocorrer entre 12 e 20 horas de domingo.

INTERIOR. A previsão é que até 690 mil veículos passem pelo Sistema Anhanguera-Bandeirantes. Para amanhã o tráfego será mais intenso entre 14 e 20 horas, enquanto na sexta a expectativa de movimento intenso é entre 9 e 13 horas. Para a viagem de retorno, o período de maior movimento será entre 11 e 23 horas de domingo. Na sexta-feira e no domingo, das 14 às 22 horas, os caminhões que se destinam à Capital pela Rodovia dos Bandeirantes (SP-348) devem utilizar a Via Anhanguera (SP-330) no trecho do km 48 ao km 23, entre Jundiaí e São Paulo, acessando a rodovia pela Saída 48 da Bandeirantes. O desvio tem como objetivo melhorar a distribuição do tráfego. A Concessionária prestará apoio à fiscalização feita pela Polícia Militar Rodoviária.

O Sistema Castello Branco-Raposo Tavares deve receber 512 mil veículos durante o fim de semana prolongado. A concessionária ViaOeste espera aumento no tráfego a partir das 11 horas de amanhã, com movimento intenso até às 23 horas. Na sexta-feira, o tráfego deve ser intenso entre 7 e 15 horas. Para o retorno à Capital, no domingo a previsão é de fluxo intenso das 10 às 23 horas. Na sexta-feira e no domingo o tráfego de caminhões estará proibido na rodovia Castello Branco, no sentido Capital, entre às 14 e 1 hora.

RODOANEL. Durante o feriado da Paixão de Cristo e Páscoa deverão passar 345 mil veículos pelo Trecho Sul e 125 mil veículos pelo Trecho Leste. Os períodos de maior fluxo devem ser amanhã, entre 16 e 20 horas; e na sexta-feira entre 10 e 13 horas e 16 e 20 horas. Para o retorno é esperado movimento no domingo, entre 10 e 13 horas e 16 e 20 horas. Nos dias de maior fluxo, a SPMar implantará a operação papa-fila com objetivo de agilizar a venda e cobrança de cupons de pedágios, minimizando a formação de filas na aproximação da praça de pedágio do km 70 – onde se concentra o maior volume de tráfego em épocas de feriados – que proporcionam o acesso à Rodovia dos Imigrantes no sentido litoral.

No Trecho Oeste estima-se que cerca de 819 mil veículos utilizem a rodovia entre amanhã e domingo. O maior movimento está concentrado amanhã, entre 17 e 21 horas, na pista externa (sentido Régis Bittencourt/Litoral), na região das rodovias Castello Branco e Raposo Tavares. Nos outros dias, a expectativa é de tráfego normal, inclusive na volta do feriado.

BOLETINS DE ÁUDIO. No portal da Artesp, em  www.artesp.sp.gov.br, os motoristas e jornalistas encontrarão o serviço da Agência com boletins sobre as condições de trânsito nas rodovias. Eventuais desvios, acidentes, interdições e situações que demandem atenção especial serão noticiadas no Artesp Informa, espaço dentro do site da Agência no qual os usuários das rodovias podem planejar suas viagens. Além disso, o conteúdo dos boletins também é livre para download e veiculação em rádios ou outros veículos. Os dados são fornecidos pelo Centro de Controle de Informações (CCI) da Artesp, que controla e fiscaliza as Concessionárias de Rodovias do Estado a partir das imagens das câmeras de monitoramento e de diversos sensores instalados na malha viária. Em feriados e em situações de emergência, a Agência intensifica o monitoramento das operações e da prestação de serviços das concessionárias através do CCI, que acompanha toda a movimentação no tráfego e trabalho das equipes de socorro.

CENTRO DE CONTROLE OPERACIONAL. As concessionárias reforçarão o sistema de operação rodoviária, em conjunto com o policiamento rodoviário, 24 horas, utilizando equipamentos do Sistema de Monitoramento de Tráfego, como por exemplo, circuito fechado de TV, sistema analisador de tráfego, call box, painéis de mensagens variáveis fixos e móveis, sensor de tráfego, radar fixo e estações meteorológicas.

EMERGÊNCIAS. É importante ter em mãos os telefones de atendimento das operadoras das rodovias e da Polícia Militar Rodoviária para eventuais emergências. O serviço de ajuda ao usuário, prestado pelas concessionárias de rodovias, é gratuito e está disponível 24 horas todos os dias nos 6,4 mil quilômetros de rodovias concedidas paulistas. O atendimento auxilia desde uma simples troca de pneu até a remoção de vítimas de acidentes e prestação de primeiros socorros.

Abaixo, os contatos de emergência da Artesp, DER, Dersa, Polícia Rodoviária e das concessionárias que administram a malha rodoviária paulista:

AUTOBAN, 0800.055.55.50

AUTOVIAS, 0800.707.9000

CART, 0800.773.0090

CENTROVIAS, 0800.17.89.98

COLINAS, 0800.703.5080

ECOPISTAS, 0800.777.0070

ECOVIAS, 0800.19.78.78

INTERVIAS, 0800.707.1414

RENOVIAS, 0800.055.96.96

RODOANEL OESTE, 0800.773.6699

RODOVIAS DO TIETÊ, 0800.770.3322

ROTA DAS BANDEIRAS, 0800.770.8070

SPMAR, 0800.774.8877

SPVIAS, 0800.703.5030

TEBE, 0800.55.11.67

TRIÂNGULO DO SOL, 0800.701.1609

TAMOIOS, 0800.545.0000

VIANORTE, 0800.701.3070

VIAOESTE, 0800.701.5555

VIARONDON, 0800.729.9300

ARTESP, 0800.727.83.77

DER, 0800.055.55.10

DERSA, 0800.7266.300

POLÍCIA MILITAR RODOVIÁRIA SP (11) 3327.2727