Edição 271Agosto 2017
Sábado, 23 De Setembro De 2017
Editorias

Publicado em 23/02/2017 - 9:35 am em | 0 comentários

Reprodução

Agenciamento turístico brasileiro terá banco de dados multiusuário

ABAV: consolidar a representatividade da base associada

Agenciamento turístico brasileiro terá banco de dados multiusuário

A Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV) reiniciou o mapeamento de sua base associada com um grande levantamento nacional para se transformar em plataforma de dados multiusuário capaz de gerar painéis de controle e indicativos periódicos sobre o agenciamento turístico brasileiro.

O CBDA é a segunda fase do projeto iniciado no ano passado com o Recadastrabav. Nesta fase a ação identificou o tamanho real da base de associados da entidade, composta por 3 mil agências de viagens que representam cerca de 80% da movimentação de vendas de pacotes de viagens, passagens aéreas, hotéis, locação de veículos e cruzeiros marítimos, entre outros produtos e serviços turísticos.

Agora, o CBDA aplicará uma sequência de consultas eletrônicas junto aos associados que levantará a realidade das agências, sua estrutura, o know-how dos profissionais atuantes, principais entraves no mercado, o engajamento em treinamentos e capacitações, entre outras informações relevantes. O processo de participação é rápido e simples, por meio de perguntas objetivas hospedadas no portal ABAV – na área restrita do associado –, podendo ser acessado com login e senha.

“A participação e apoio dos associados ao Censo Big Data ABAV não é apenas importante, mas é fundamental. Após a compilação dos dados, eles terão por finalidade demonstrar a força e representatividade do agenciamento de viagens econômica e regionalmente, sendo uma ferramenta muito importante na luta por pleitos de interesse do segmento, ressalta o presidente da ABAV Nacional, Edmar Bull.

A ação esta sendo difundida por meio das 27 ABAVs estaduais e do Distrito Federal, mediante uma campanha ativa utilizando as ferramentas de e-mail marketing, redes sociais, anúncios, banners, whatsapp e mídias espontâneas (impressa e eletrônica), com o intuito de sensibilizar os associados sobre a importância da participação para a construção de um banco de dados confiável e de notoriedade para todo o setor.

Os dados inseridos pelos associados em todos os questionamentos são tratados sob os critérios de confidencialidade e não serão divulgados, sendo utilizados somente para a construção de indicadores da entidade.