Edição 319Agosto 2021
Sexta, 17 De Setembro De 2021
Editorias

Publicado em 21/01/2021 - 1:51 pm em | 0 comentários

Reprodução

200 vagas gratuitas para cursos de qualificação profissional na região

Via Rápida: qualificação e formação profissional

200 vagas gratuitas para cursos de qualificação profissional na região

O governo do estado de São Paulo, por meio da secretaria de Desenvolvimento Econômico, oferece 200 vagas para cursos de qualificação profissional do Via Rápida na Baixada Santista. As aulas são de curta duração e há opções de cursos presenciais e remotos, realizadas no modelo de Ensino à Distância (EAD). Além disso, os cursos acontecem de maneira totalmente gratuita em parceria com o Centro Paula Souza e Senac.

Os municípios que serão contemplados com as vagas são: Santos (140) e São Vicente (60). As oportunidades são nas áreas de chocolateria, publicidade digital, assistente administrativo, técnicas de vendas, entre outras opções que podem ser consultadas no site do Via Rápida.

As inscrições já podem ser realizadas pelo site www.cursosviarapida.sp.gov.br e se encerram na segunda-feira 25. Podem se inscrever candidatos e candidatas que tenham a partir de 16 anos, alfabetizados e domiciliados no estado de São Paulo. Caso o número de inscritos seja superior ao número de vagas, serão priorizadas as pessoas desempregadas, com baixa renda e com deficiência.

A convocação dos candidatos selecionados ocorrerá via e-mail. As aulas têm previsão de início entre o final do mês de janeiro e o início de fevereiro. Para receber o certificado, o aluno deve ter ao menos 75% de presença nas aulas.

O programa Via Rápida atua na qualificação e formação profissional dos inscritos com foco no desenvolvimento da criatividade de forma inovadora e empreendedora. O objetivo é contribuir com a geração de emprego e renda em segmentos da cultura, inovação, design, desenvolvimento de softwares, publicidade, gastronomia, turismo e áreas ligadas ao entretenimento. Os cursos são realizados em parceria com a secretaria de Cultura e Economia Criativa do estado e do Centro Paula Souza.

Responder