Edição 275Dezembro 2017
Domingo, 17 De Dezembro De 2017
Editorias

Publicado na Edição 256 Maio 2016

Divulgação

Nova torre em Dubai Creek Harbour

Inspirado nos lírios, projeto evoca a imagem de um minarete

Nova torre em Dubai Creek Harbour

Um novo ícone irá definir o panorama urbano de Dubai, com a construção de uma torre magnífica em Dubai Creek Harbour, conforme projeto e recursos arquitetônicos apresentados pela Emaar Properties. O projeto é do arquiteto neo-futurista espanhol/suíço Santiago Calatrava Valls e foi escolhido, por meio de concurso internacional, pelo vice-presidente e primeiro-ministro dos Emirados Árabes Unidos e Soberano de Dubai, Sua Majestade o Xeique Mohammed bin Rashid Al Maktoum.

A torre servirá como o núcleo central de Dubai Creek Harbour, localizado a 10 minutos do Aeroporto Internacional de Dubai, ao lado do rio Dubai Creek, e nas proximidades da Reserva Biológica Nacional Ras Al Khor, protegida pela Convenção de Ramsar da Unesco.

Segundo o presidente da Emaar Properties, Mohamed Alabbar, a torre é um tributo da empresa à positividade, à energia e ao otimismo que Dubai e os Emirados Árabes Unidos celebram: “Será um destino turístico para o mundo visitar, desfrutar e celebrar a vida, pois Dubai se prepara para sediar a Expo 2020”.

O CEO da Dubai Holding, Fadel Al Ali, acrescentou: “Nosso empreendimento conjunto com a Emaar será um novo ponto de referência da Dubai, que oferecerá uma escolha de estilo de vida sem precedentes, em uma das áreas residenciais e turísticas mais cobiçadas de Dubai”.

Conforme detalhou o arquiteto Santiago Calatrava Valls, ele e sua equipe colocaram um grande esforço no desenvolvimento do projeto: “Foi uma honra muito especial participar do concurso. A colaboração com a Emaar Properties torna a missão ainda mais estimulante. O projeto traz uma clara referência à arte clássica do passado e à cultura do lugar, ao mesmo tempo em que representa uma grande conquista tecnológica”.

O projeto da torre busca inspiração nos lírios e evoca a imagem de um minarete (torre de mesquita), um recurso comum e aspecto distintivo da cultura islâmica. A haste esguia serve como a analogia da estrutura, que é ligada ao solo por cabos.

O empreendimento oferecerá vista em 360 graus da cidade, tendo como apogeu a “Sala do Pináculo” (The Pinnacle Room), que é um grande observatório. Os Terraços Ajardinados de Observação VIP (VIP Observation Garden Decks) irão recriar o esplendor dos “Jardins Suspensos da Babilônia”. A “piece-de-resistance” será os balcões rotativos que se projetam para fora. A torre terá um hotel butique.