Edição 283Agosto 2018
Quinta, 20 De Setembro De 2018
Editorias

Publicado na Edição 279 Abril 2018

Divulgação

Auxiliar na recuperação pós-AVC

Neuromodulação combinada com fisioterapia neurológica

Auxiliar na recuperação pós-AVC

A reabilitação de pacientes que sofreram um Acidente Vascular Cerebral (AVC) irá depender de fatores como a área atingida e o tamanho da lesão. As sequelas decorrentes desse quadro clínico variam e por isso exigem tratamentos específicos para cada caso. A fisioterapia neurológica associada à neuromodulação é uma das técnicas que vem sendo utilizada na estimulação cerebral de casos pós-AVC. Trata-se de um método não doloroso, com mínimos efeitos colaterais. De acordo com a fisioterapeuta Mariana Carvalho Krueger, sócia do Centro de Excelência em Recuperação Neurológica, de Curitiba, a neuromodulação consiste na aplicação de um campo elétrico ou magnético que modifica e modula o sistema nervoso central. A prática se dá por meio da aplicação de corrente contínua de baixa intensidade sobre o crânio, a qual é capaz de gerar uma neuromodulação da excitabilidade cortical e assim interferir no desempenho de diferentes funções neurológicas, como motoras e sensoriais. Já os efeitos dependem da polaridade de corrente aplicada, da intensidade, do tempo de aplicação, da área estimulada e da densidade desta corrente.