Edição 273Outubro 2017
Segunda, 20 De Novembro De 2017
Editorias

Publicado na Edição 261 Outubro 2016

Reprodução

Utilizando materiais sustentáveis…

Entre os benefícios socioambientais pelo uso de materiais sustentáveis estão o incentivo a economia local/regional, geração de emprego, capacitação de mão de obra...

Utilizando materiais sustentáveis…

Detalhes que pouca gente (ainda!) se atenta na hora de construir ou reformar uma casa, a sustentabilidade do material e o enquadramento em normas técnicas deve ser observado na escolha do material de construção ou de acabamento. Adriana Hansen, coordenadora de Projetos e Materiais Sustentáveis do Centro de Tecnologia de Edificações (CTE), listou algumas dicas importantes.

Sobre a qualidade do produto, a questão é: atende a norma técnica ou possui selo de qualidade? “A qualidade do material reflete diretamente na sua durabilidade e no seu desempenho”, frisa Hansen: “Portanto, um produto sustentável também deve ser um produto com qualidade técnica”.

Sobre o fabricante, quais informações são disponíveis sobre a indústria e sobre o produto? Será que o fabricante já foi responsabilizado por algum impacto ambiental e social na mídia? Será que ele possui algum relatório de sustentabilidade ambiental ou selo internacional? Essas são apenas algumas perguntas que podem ser feitas e, quanto maior o número de respostas, maior a probabilidade de se estar escolhendo um material melhor.

Sobre o produto, do que ele é feito? Será que é tóxico? Será que ele é reciclável? “Os produtos voltados para a construção civil deveriam ter informações similares ao que encontramos nas embalagens de produtos alimentícios”, afirma a coordenadora do CTE, ao alertar sobre aspectos do mercado: de onde vem esse produto? Afinal, o incentivo a economia local/regional, geração de emprego, capacitação de mão de obra, origem de matérias primas nacionais para a redução do impacto do transporte, são alguns dos benefícios socioambientais que podem estar contidos nas respostas.

O CTE atua em várias frentes com inteligência técnica, estratégica e de mercado e oferece consultorias de forma integrada em quatro áreas – sustentabilidade, inovação & tecnologia, qualidade & processos, gerenciamento de projetos & obras. Em cada etapa do processo construtivo, o CTE pode trazer um estudo e uma solução baseada na necessidade de cada projeto.