Edição 304Maio 2020
Sexta, 05 De Junho De 2020
Editorias

Publicado na Edição 301 Fevereiro 2020

Fotos Divulgação

Prêmio Novos Arquitetos Docol

Cozinha Park: conceito de cozinha compartilhada ao ar livre

Prêmio Novos Arquitetos Docol

O projeto Cozinha Park foi o grande vencedor do Prêmio Novos Arquitetos Docol, concurso com objetivo de premiar e apresentar ao mercado novos talentos nas áreas de arquitetura e design. O desafio foi a criação de um projeto original com uma das linhas Docol pré-estipuladas como destaque, DocolOzônio ou Mix&Match.

O projeto foi elaborado pelos estudantes de arquitetura da UniCesumar de Maringá, Jonathan Oliveira, Andreia Chapini e Matheus Moreira, sob orientação de Paulo Renato, que destacou a torneira DocolOzônio em sua concepção. Os vencedores foram contemplados com passagens aéreas e estadia em Milão, na Itália, na mesma época da Semana de Design de Milão.

O conceito do projeto vem da frase do arquiteto João Vila Nova Artigas “A cidade é uma casa, a casa é uma cidade’’. A cozinha aberta fica localizada no Parque do Ingá, em Maringá. Seu conceito é ser simplesmente livre, sendo abraçada pela natureza, para quem quiser utilizá-la. A proposta do projeto dos estudantes traz conforto a estes encontros informais, como modo de engajar ainda mais as pessoas, sem perder a essência do espaço.

Para o arquiteto Angelo Bucci, que atuou como jurado, o projeto Cozinha Park inova na abordagem, oferece a cozinha à cidade como se abrisse as portas de casa ou se domesticasse o espaço público do Parque do Ingá em Maringá.’

Em segundo lugar, agraciado com uma viagem à fábrica e produtos Docol ficou o grupo dos alunos de arquitetura e urbanismo da Universidade Federal de Santa Catarina, Wolfgang Fischer, Julia Stopasolla e João Victor Ortiz com o Banheiro Borogodó. Inspirado no movimento Bossa Nova, sentimento presente no Rio de Janeiro na década de 60, o grupo traz elementos naturais que nos conectam ao passado, para integrar do interior ao externo e transformar o espaço em uma continuidade da paisagem brasileira.

O terceiro lugar, premiado com uma viagem à fábrica Docol, foi o projeto Cozinha Eco, dos estudantes de arquitetura e urbanismo Yasmin Antunes, Leticia Gandara e Danniel Felipe Saczk, da Universidade Tuiuti do Paraná. O foco conceitual do projeto é o contraste entre tecnologia e natureza, aplicado no uso dos materiais como madeira de reflorestamento e soluções Docol.

Os estudantes realizaram provas complementares e os grupos mais bem colocados nessas etapas tiveram a oportunidade de duas mentorias com os escritórios de arquitetura Nitsche Arquitetos, Bloco Arquitetos, Estúdio 41, RUA Arquitetos e SuperLimão. O grupo do Cozinha Park recebeu mentoria do Bloco Arquitetos.

Os trabalhos finalistas foram julgados por um comitê formado por profissionais da Docol e do mercado que, sob os mesmos critérios, selecionaram os projetos mais aderentes ao propósito do concurso, entre eles estão os arquitetos Angelo Bucci e Gui Mattos, a crítica de design Baba Vacaro e o arquiteto e apresentador Maurício Arruda.

“Tivemos um feedback muito positivo, tanto dos mentores como dos jurados e próprios estudantes, a respeito da interação entre academia e mercado que foi proposta por nós. Acreditamos que essa foi uma experiência muito enriquecedora para os estudantes, desde a concepção das provas complementares até a mentoria e finalização dos projetos, eles se dedicaram muito e o resultado ultrapassou nossas expectativas”, afirmou Clarice Scharlau, gerente de marketing Docol.

Banheiro Borogodó: inspirado no movimento Bossa Nova

 

Cozinha Eco: contraste entre tecnologia e natureza

Responder